segunda-feira, junho 09, 2008

Momento Garfield

Especialistas alertam para a 'Síndrome da Segunda-Feira'
Adriana Bifulco
De São Paulo


Depois de passar um final de semana viajando ou emendando uma balada na outra você começa a sentir tristeza, angústia, irritabilidade, desânimo e mal-estar no inicio da noite de domingo? Você pode ser mais uma vítima da 'Síndrome da Segunda-feira' ou da 'Síndrome do Domingo'. "Durante o sábado e domingo recarregamos as energias para depois retomarmos a rotina. Quando esse sofrimento é muito grande significa que a pessoa vai deixar de fazer o que gosta para fazer o que não gosta. Ela não encontra prazer no trabalho, está desmotivado", avisa a psicóloga Rita Calegari, chefe do setor de psicologia do Hospital São Camilo.

"Isso acontece com pessoas para as quais o trabalho tornou-se apenas uma fonte de sobrevivência, numa clara perda de identidade", complementa a psicóloga Heloísa Chiattone. Nessas circunstâncias, Rita aconselha o indivíduo a rever sua vida profissional. "É preciso avaliar se ele é a pessoa certa na empresa errada, ou a pessoa errada na empresa certa e tentar mudanças. E enquanto elas não acontecem, fazer algo prazeroso como cursos ou trabalho voluntário na área que gostaria de estar atuando. Aí será possível fazer contatos que propiciem chances no futuro", explica.

De acordo com Heloísa, é fundamental lembrar que o trabalho é apenas uma faceta na vida das pessoas. "Pode-se considerar que os sinais e sintomas relatados no domingo são a manifestação de insatisfação na vida profissional mas, em nível existencial, também refletem uma insatisfação maior, com a própria vida", enfatiza.

A 'Síndrome da Segunda-feira', no entanto, não é apenas um fenômeno psicológico. Segundo Alexandrina Meleiro, psiquiatra do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, normalmente as pessoas desaceleram no final de semana, o que acaba afetando o metabolismo. "Dessa forma, a produção de alguns neurotransmissores - substâncias que fazem a ligação entre as células nervosas e que, entre outros fatores, são responsáveis pelas sensações de prazer - também sofre alterações. Como o efeito só fica evidente depois de mais ou menos um dia e meio, no domingo à noite apareceriam o desânimo e a insatisfação", ressalta Heloísa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário