Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Não conta para ninguém

Carta para alguém bem perto

Do Extraordinário

Novembro é para se desacreditar

Sobre o valor que se dá ao que se perdeu