terça-feira, dezembro 20, 2005

Universo Paralelo

Infelizmente, não consegui até hoje colocar links permanentes por aqui. E cada vez mais, leio menos blogs alheios (visito o de amigos e olhe lá). Mas sempre que posso, leio o hilário Suburbia Tales. Adorei esses posts:

Mistério Solucionado

Hoje descobri porque suburbano sempre leva bolo para casa depois de qualquer festa.

Estava no micro-ônibus retornando do shopping Nova América quando subiram no distinto coletivo uma tia, três crianças e um casal que, suponho, devem ser papai e mamãe dos agitados infantes. Cada uma das mulheres portava bolsa pendurada e um pratinho de plástico com bolo embrulhado no guardanapo e docinhos.

A tia, bem espaçosa, ficou de pé no corredor, encostada em uma das cadeiras, falando (alto, claro) com os pais que se ajeitavam na última fileira de maneira a deixar as crianças na janela. A conversa não passava daquele colóquio flácido habitual de tias solteiras: falar que tinha homem dando mole, que o pai da criança que deu a festa estava doidão e que o dono do bufê era grosseiro.

Após falar mal de cada um dos homens presentes à festa donde vinham, uma das crianças pede um pedaço do bolo. Ela abre o pratinho e dá. O pai pergunta:

- Esse bolo ‘tá bom?

E a tia responde:

- Não sei, Waldimilson, eu não comi.
- Pensei que tu tivesse provado, menina - retruca a outra mulher.
- Ah, mas a gente traz bolo pra casa porque na festa a gente come é os salgadinhos, o cachorro-quente, a pipoca…

Não é que faz sentido?

*****

Cena suburbana

batendo palmas no portão (campainha pra quê?)
cachorros latindo insanamente
A dona da casa chega berrando com os cachorros mandando eles calarem a boca, principalmente aquele poodle encardido de rabo sujo que acha que é mais cachorro que o pastor alemão que fica no quintal. Ela se aproxima do portão e uma senhora que ela não conhece está lá no portão.

Das duas uma:

1. A senhora desconhecida é crente e quer vender a Revista Sentinela e tentar converter a dona da casa.
2. A senhora desconhecida estava passando pela rua e olhou pro quintal e viu que na casa tinha um pé de folhas de quebra-pedra e resolveu pedir uma mudinha pra poder plantar no quintal de casa, já que o marido tá sofrenu de pedra no rins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário