quarta-feira, dezembro 28, 2005

Prosaicos Prazeres

Tomar café com amigos, mesmo que seja num shopping lotado. Ver um filme em boa companhia, mesmo que a produção não marque para sempre sua existência. Assim foi minha tarde e começo de noite. Amanhã pode ser que haja mais. Ou não. Por conta do clássico corre-corre pré Reveillon tudo pode melar...



Engraçada é a sensação de despedida. Todas as noites olho para as paredes do meu quarto e imagino como será meu próximo quarto (e quando será meu quarto de fato). Tento prever outros cheiros, gostos e caminhos. As perguntas das pessoas são as mesmas: "quando você vai?", "onde vai morar?", "vai trabalhar em quê?", "como sua família e seu namorado reagem a essa mudança?"...Por aí vai. Por enquanto, por aqui fico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário