terça-feira, setembro 28, 2004

"Nós somos a memória que deixamos no outro"

Foi o que disse Nélida Piñon na estrevista que me concedeu ontem. Ela é incrível, tranqüila, extermamente inteligente e bem articulada. Queria poder um dia chegar a metade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário