sexta-feira, março 15, 2013

SMS

Foi quando o iphone apitou.
Na tela, o número desconhecido, e a mensagem: "Eu ainda penso em você".
Como escrever uma reposta?
"Quem é você?" seria indelicado, pois definitivamente não penso em você, uma vez que apaguei o seu contato.
"Número errado" seria grosseiro. Afinal, se você está pensando em mim, esse é o atalho para dizer "esqueça", ainda que se trate da informação sobre um possível engano.
"Eu também" seria mentira. Ou não, dependendo de quem fosse.

Por que não ligou, "Eu ainda penso em você"?
Seria melhor para nós, incluindo uma terceira pessoa que pode estar envolvida nessa história.
Homens não ligam. Não nos dias de hoje.
Porque não estão mais tão afim de você ou por serem orgulhosos demais para admitir o contrário.
Orgulho é a coisa mais besta que existe.
Querer fazer-se presente por meio mensagens subliminares e esporádicas é outra bobagem.
Então, eu ligo de volta.
Caixa postal, mensagem automática, apenas um número.
Eu já deveria ter aprendido.
Atitude não é via de mão única.



2 comentários: