sexta-feira, dezembro 21, 2012

Então eu vou ali...

Comprar minhas flores, renovar na marra a tal esperança. Não porque seja fim de ano e nessa época é o que se faz por hábito. Mas porque o fim de ano, às vezes, vem com aquela peça de mau gosto que o destino gosta de pregar. E quando não vem, algumas reflexões são inevitáveis.

Fui uma pessoa melhor em 2012. Pratiquei o que para mim é muito difícil, a tolerância. Ao conviver com o que me faz mal, testei limites, respirei fundo, busquei minha fé meio adormecida, os glóbulos mágicos da homeopatia e o colo, que não me falta, dos poucos e bons.

Não emagreci cinco quilos, não voltei a estudar inglês, não escrevi um livro, não tirei carteira, não ganhei na loteria, não conquistei o coração de ninguém.

Eu poderia chamar a lista de frustração ou transformar, novamente, todo esse pacote em meta...No entanto, decidi jogar fora. Parar de esperar que eu vá ser perfeita, que as coisas irão surgir por merecimento. Parar de olhar para os tempos difíceis com raiva e os incríveis com nostalgia.

Nesse estranho 21 de dezembro tão malfadado ao fim do mundo, eu vejo os dias que virão sem tons cinzentos ou fluorescentes. Terei que ter saúde e disposição para um novo trabalho. Seguirei exercitando a paciência para lidar com aquilo que preciso e desprendimento para tudo que não está em minhas mãos. Nas horas vagas, vou sair para dançar, vou preparar um suflê, vou ligar para um amigo apenas para dizer o quanto ele me faz feliz, cuidarei do meu lar...bem, serei eu com a esperança renovada na marra, as astromélias no vaso às sextas.

Então eu vou ali, porém não quero deixar de agradecer, que é mais legal que pedir qualquer coisa, àqueles que seguem comigo de mãos dadas e todo sentimento do mundo (" minhas lembranças escorrem/ e o corpo transgride/ na confluência do amor". Carlos Drummond de Andrade, claro, e sempre).




2 comentários:

  1. Ei Ludi, seguindo seu blog. Lindo texto sobre esperança e conhecimento, aceitação e movimento. Bjs, Beth

    ResponderExcluir
  2. Beth querida, que prazer ter você por aqui! Beijos

    ResponderExcluir