quinta-feira, março 19, 2009

Macaca de auditório

Quando eu era criança, meu pai dizia que aquelas barangas que invadiam o palco do programa do Chacrinha para agarrar os Silvinhos da Vida ("Ursinho Blau Blau"), eram as Macacas de Auditório. Não tem nome melhor para esse tipo de fã, vamos combinar. Pois conversando com meu amigo Igor no MSN, falei que queria pagar de Macaca de Auditório amanhã e domingo. Ele falou que ficaria até o último acorde do Radiohead só para ver a cena. Seria ridículo mesmo.

Mas eu estou tão eufórica que nem dormi na noite passada. Sugeri a minha irmã que ela me ajudasse a fazer uma faixa e ela respondeu que me "deserdaria", que isso seria um mico tremendo. Além do mais, o Thom Yorke nem ia enxergar. James e Mari poderiam me auxiliar não? Nenhum dois dois levou à sério. Ok, eu também acho brega, porém perder um pouquinho a noção de vez em quando - mesmo que na imaginação - não faz mal a ninguém, vai.

A única coisa que fiz foi colocar uma música do Radiohead como toque de celular (e deletar todas as minhas fotos, já que meu aparelho é um Nokia Disconnecting People), com a ajuda valiosa de Marcos, meu irmão higiênico.

Agora nada impede de eu aproveitar minha performance na corrida para treinar um pouquinho em Ipanema. Olha quem teve lá hoje.


2 comentários:

  1. Faça a faixa, Ludj! Tenho algumas sugestões do que escrever:

    "Hey, Thom! Where are you?
    I came here just to see you!"

    Ou:

    "Gorgeous! Hot!
    Handsome and very tasty!"

    Ou:

    "Film I, Galvão!"

    :P

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha. Eu nem ia conseguir levantar a faixa de tanto que chorei ou me emocionei.
    :)

    ResponderExcluir