quinta-feira, janeiro 13, 2005

Sem tempo, sem assunto e sem dinheiro

Por tudo isso e algo mais não postei ultimamente. Queria que meu dia tivesse mais de 24 horas para eu poder procurar um trabalho, arrumar meu quarto, ir mais ao cinema e encontrar pessoas queridas. No domingo vi O Grito, que não me convenceu. Ainda irei achar Coração Satânico insuperável (aquela coisa de não dormir por causa do medo) por muitos anos. Ainda bem que tive minha consulta mensal coma Dra. Cláudia, porque o que resta de vez em quando é tentar manter a sanidade. Um dia eu chegou lá.

Como ainda não começei a ler nenhum livro, embora tenha ganhado uns ótimos de presente, me sinto sem assunto. O Tsunami já arrasou meio mundo, o BBB5 começou e nem sei ao certo se a megasena está acumulada...

O melhor ficou por conta do vinho que tomei com Marianinha e Manu ontem. Do tanto que rimos de nossas listinhas Alta Fidelidade e das músicas estranhas que traduzíamos na época em que aprendemos inglês no colégio. A vida com dever de física em meio a sessão da tarde naqueles tempos era melhor do que eu imaginava. O salário ainda não foi pago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário