sexta-feira, agosto 06, 2004

"Abençoados os que esquecem, porque aproveitam até mesmo seus equívocos"( Friedrich Nietzsche)"

Na quarta eu e o Alê vimos o ótimo Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembrança. Uma história sem clichês comuns de comédia romântica, com roteiro do fodaço Charlie Kaufman. Jim Carrey, mais uma vez arrasa (engraçado que eu o odiava nos primeiros filmes que ele fez) como protagonista e Kate Winslet está excelente. No fim, perguntei para o meu bonitinho: "Nós somos parecidos com eles?". Ele respondeu: "Um pouco". Era o que eu suspeitava.



Ontem tomei chá de cadeira por conta de Jayme Monjardim, diretor do Olga. Além de não se desculpar pela uma hora de atraso, ele é o típico entrevistado arrogante que responde o óbvio e fica na defensiva o tempo todo. Azar o dele, pois destaquei a roteirista e produtora - Rita Buzzar - que ficou sete anos por conta do projeto. E vivam as matérias editadas! After all, eu e Alê fomos tomar uma no Redentor, que tem uns 10 chopes diferentes.

Hoje tem Eletronika e eu vou cobrir por mais um ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário