quinta-feira, março 25, 2004

Acho que sobrevivi ao caos, pois cheguei em Curitiba nem tão sã, porém salva. Depois de dobrar na TV para produzir a viagem, ontem meu celular resolveu morrer. Assim, como morre um tamagoshi. Não que eu seja apegada ao aparelhinho, mas ficar sem comunicação com a família e o Alê não dá. Com o telefone que a emissora me passou para a cobertura, qual foi minha surpresa? Fora de serviço. Parece que o trambolho (modelo antigo e pesado) é programado só pra terra do pão-de-queijo...

Enquanto isso na sala de justiça, consegui fechar as entrevistas de hoje e amanhã e, aparentemente, o raio não vai cair de novo na minha cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário