segunda-feira, março 28, 2005



Mesmo sem sol e praia sem fim, Rio você foi feito pra mim

Eu amo o Rio de Janeiro e não pensaria duas vezes se tivesse que me mudar pra lá. Mesmo com a violência, a sujeira e a grosseria de alguns cidadãos, a vida cultural na cidade maravilhosa é muito melhor e as paisagens continuam lindas. Eu e Alê fomos passar o feriadão por lá, na casa do Arthur(amigo do Alê) ao lado da Patrícia (noiva do Arthur). Na sexta dormimos um pouco pela manhã e, em seguida, seguimos para o Cine Odeon onde vimos O Chamado 2. O filme é péssimo, mas o cinema é cinema. Poltronas confortáveis, tela enorme e aquele glamour da sala. Almoçamos no Sobrenatural, em Santa Tereza, e à noite tomamos chope na Devassa, no Leblon. Sábado saímos do circuito centro-sul e fomos à Barra, que particularmente não me apetece. Mais um filme para o final de semana: Constantine. Esse eu até curti. Acabamos na Pizzaria Guanabara, que é daquelas super tradicionais. No domingo, nossa programação foi abreviada, pois voltaríamos de Cometa (ônibus é o fim da picada, porém a falta de grana não permite avião). Almoçamos no Kotobuki, com vista para o Pão de Açúcar. O sol finalmente apareceu, mas já era tarde. Volta para casa é sempre melancólica porque os próximos feriados não podem ser prolongados. Ainda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário