quinta-feira, agosto 23, 2007

Para José

E agora José?
Você quer ir embora e a festa não acabou.
Mas, por que José?
A luz ainda não se apagou
Você a deixou acesa, José
Para que ela iluminasse nossas cabeças;
Para que nos lembrássemos com sorrisos
Da sua vivacidade, do seu desfilar elegante na passarela
e da sabedora que vem de uma simplicidade que as pessoas estão esquecendo
E você, José, que dizia ser meu "fã"
Acabou se transformando em inspiração para mim
Agora, de uma singela homenagem, mal traçada poesia
Eu ainda tenho muito o que aprender com você José
Entretanto, com aperto no coração, te deixo seguir viagem
E sua vez de dizer "fui".


Que o meu amado vovô Azevedo seja uma ótima companhia no céu para o querido José Mendes Ribeiro, o avô da amiga Fernandinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário