quarta-feira, novembro 22, 2006

Para descontrair...



Para constar...

Hoje eu não sou ninguém
Porque ontem trabalhei 17 horas corridas
Porque tenho dormido mal e cada vez menos
Porque quando caio nos braços de Morfeu, ganho um pesadelo ou qualquer tipo de neurose onírica para destruir meu descanso

Hoje não sou ninguém
Porque ontem mais uma vez não respondi meus emails
Porque não saio com meus amigos há semanas
Porque não consigo ser regular na academia, na aula de inglês e em qualquer compromisso que me traga bem-estar e conhecimento

Hoje não sou ninguém
Porque meu corpo doí, meus pensamentos estão descoordenados. Se me perguntam qual a cor do cavalo branco de Napoleão, custo associar o nome ao sobrenome Bonaparte
Porque não tenho tido paciência alguma com as pessoas de um modo gera
Porque quando tocam o despertador e o telefone, tenho vontade de silenciá-los para sempre

Hoje não sou ninguém
Porque não tive tempo de buscar meu gatinho, de passar no Drosophyla ou de ir ao banco, compromissos que esperam desde segunda-feira
Porque apesar de estar tentando cuidar da minha saúde na teoria, a prática é um fiasco
Porque milhões de pendências com trabalho, dinheiro e amigos continuam no mesmo plano
Porque não paro de resmungar
Porque não sei ao certo o que quero da minha vida
Porque eu queria sumir do mapa
Quem sabe assim eu voltaria alguém?

Nenhum comentário:

Postar um comentário