terça-feira, setembro 06, 2005

Talvez seja impossível descrever a dor da perda, a sensação do nunca mais...Por esta razão, prefiro me apegar ao que fica: o amor infinito das pessoas mais importantes da minha vida, a generosidade e o carinho dos amigos. É hora de dizer obrigada a todos que estão ao meu lado e ao lado da minha família. Obrigada principalmente à minha irmã Uiara, que tem o maior coração do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário